FANDOM


Steven Universe Esta página é uma transcrição finalizada de Amigos de Bolha.
Não edite esta página, a menos que você encontre algum erro gramatical ou descrição incorreta.
No caso de outros tipos de mudança, por favor entre em contato com a administração.

(O episódio começa com Steven saindo da Casa de Praia com uma bicicleta. De repente, ocorre um tremor e a bicicleta de Steven começa a descer as escadas, ele corre atrás dela. As Crystal Gems estão voltando para o templo.)
Pérola: Não acho que sejam terremotos, estão muito frequentes.
(A bicicleta para na frente das Gems.)
Ametista: Olha só, o Steven tá de bicicleta. Tá indo aonde, Steven?
Steven: Só vou dar uma voltinha.
Pérola: Vai andar na areia?
Steven: É. (Ele se esforça para andar na areia. Ele vê uma menina sentada perto do Templo lendo um livro. Então vai até próximo dela e desce da bicicleta.) Ela é confortável... (Ele olha pra menina, que está concentrada em seu livro.) Cinco marchas... (Ele olha novamente.) Super freios... Tem um acabamento todo azul e uma sineta maneira... (Ela está concentrada em seu livro e não o percebe.) Aposto que todo mundo ia adorar dar uma voltinha nela. (Ele sobe na bicicleta, mas cai, e atrai a atenção da menina. Steven fica envergonhado, joga o capacete no chão e corre para o templo gritando. Ao entrar na casa, é visto que as Crystal Gems estavam olhando tudo pela janela.) O que foi?
Pérola: Você estava falando com quem?
Steven: Hã?
Garnet: Aquela garota.
Steven: Ah, vocês viram?! É só uma garota que eu conheço, só que ela não me conhece... A gente nunca se falou.
Ametista: Ah, você gosta dela!
(Ela aperta as bochechas de Steven.)
Steven: Eu gosto de todo mundo.
Pérola: Ah, vamos marcar um encontro! Eu vou escrever o convite, achar a data certa e vamos descobrir de que chá ela gosta mais.
Garnet: Não, vai lá falar com ela.
Steven: Tá bem, mas vocês não vão ficar me vigiando, podem atrapalhar minha chegada.
Ametista e Pérola: A sua chegada?
Garnet: Não vamos vigiar você.
Steven: Legal.
(Ele corre até o congelador e tira uma pulseira de dentro dele.)
Ametista: O que é isso?
Steven: Nada!

(Ele sai do Templo e vai na direção da menina.)
Steven: "Oi, meu nome é Steven", "Oi, meu nome é Steven", "Oi! Meu nome é Steven!" (Steven chega próximo a ela. Um tremor ocorre e um pedregulho gigante começa a ceder em cima da garota.) Oi, meu nome é Steven! (Ele pula em sua direção e cria uma bolha gigante, que os protege da pedra) Poxa, mas como é que eu fiz isso? (Ele olha pra menina.) Oi, meu nome é Steven!
Connie: Connie. (Ele ajuda Connie a se levantar.) O que aconteceu?
Steven: É que eu sou mágico, metade mágico, por parte de mãe.
Connie: Você que fez isso?
Steven: Parece que sim. Sou membro das Crystal Gems, lutamos com monstros, salvamos a humanidade.
Connie: Ah, então é que nem meu pai. Ele é policial, quer dizer, ele é mais segurança particular. (Eles se olham) Então, geralmente, quanto tempo isso dura?
Steven: Ah, pera aí.
(Ele tenta estourar a bolha, mas não consegue. Ele bate em sua pedra para que a bolha estoure, mas nada acontece.)
Connie: Algum problema?
Steven: É que a pedra não tá querendo funcionar.
Connie: Ahh...
(Ele tenta empurrar a bolha)
Steven: Então, eu não te vejo muito por aí.
Connie: Meu pai trabalha num monte de praias diferentes, então nunca ficamos muito tempo no lugar.
Steven: Às vezes eu saio em aventuras com as Gems, mas elas sempre dizem que é muito perigoso pra mim.
Connie: E você sempre vai numa bolha?
Steven: Não, isso é novo pra mim. Eu não entendo direito, mas tá tudo bem, as Gems sabem o que fazer.
(Steven e Connie tentam subir o morro dentro da bolha, mas ela escorrega.)
Steven: Ah, que coisa.
(Ele tenta empurrar a bolha)
Steven: Ei! Gente! Me ajudem aqui!
Connie: Acho que não conseguem te ouvir.
Steven: Ah, é verdade, eu pedi pra elas não me vigiarem.
Connie: Vamos esperar aqui.
Steven: Não não não, tudo bem, eu tenho outros amigos.

(Steven e Connie vão para o Big Rosquinha)
Lars: Hahahaha, mandou bem, Steven. Isso aqui é sua bolha mágica do amor? Você que fez? Tá apaixonado?
Steven: Esse é o Lars, ele e eu somos grandes amigos.
Connie: Ele tá fazendo careta.
Sadie: Lars, para de fazer careta e ajuda.
Lars: Eu tô ajudando o Steven a namorar!
Sadie: Você tá envergonhando ele!
Steven: Ele e a Sadie trabalham aí.
Connie: E eles se dão bem?
Steven: São louquinhos um pelo outro.
Sadie: Eu vou tentar uma outra coisa. (Ela entra na loja.)
Steven: Sabia que aqui é onde tem a melhor rosquinha? Eu venho aqui todo dia.
Connie: Meus pais não me deixam comer rosquinhas, elas têm gorduras trans.
Steven: OOOOO QUEEEEEEÊ?! (Pausa.) Mesmo assim aqui é um lugar legal.
(Sadie chega correndo e quebra uma cadeira na bolha. Nada acontece.)
Steven: Hehehe, tive uma ideia melhor.

Connie: Olha uma traineira, e um rebocadorzinho!
Steven: Você entende muito de barcos.
Connie: É o resultado de ficar muito tempo pela praia mas não ter amigos e nem nadar, você fica olhando os barcos.
Steven: Eh, ah, oi Cebola! Cebola! (Cebola acena.) Precisamos de um tiro de arpão.
Connie: O quê?!
Steven: Pra estourar a bolha.
Connie: Vamos voltar lá pra sua casa.
Steven: Tá tudo bem, eu sou um Gem! Cebola, precisamos de um tiro de arpão. Um, tiro, de arpão. (Cebola não entende e Steven suspira. Então ele faz um desenho de um arpão na bolha, mas Cebola ainda não entende.)
Connie: Deixe eu tentar.(Connie faz escreve na bolha, e então o Cebola compreende.) Fazia mais sentido.
(Steven e Connie se assustam com a buzina barco. Cebola atira, mas o arpão ricocheteia e afunda um barco ao lado.)
Connie: A traineira...

(Steven e Connie rolam para o Parque de Diversões de Beach City)
Connie: Parque de diversões de Beach City?
Steven: É, muitos acidentes horríveis acontecem aqui todos os dias, tem que ter alguma coisa que estoure a bolha.
Connie: Ahhh...
Steven: Só temos que achar o brinquedo certo... aquele! A super montanha-russa! (Eles rolam até a entrada do brinquedo.) Já sei, rolamos na rampa com os carros na nossa direção e a batida vai estourar a bolha.
Connie: E o que acontece depois da bolha estourar?
Steven: Ficamos livres!
Connie: Steven não é uma boa ideia.
Steven: Vai dar certo!
(Steven roda a bolha para os trilhos. Ela começa a rolar sozinha e o carrinho bate neles, levando-os consigo. Sr. Smiley para o carrinho e eles são lançados longe ao mar.)

Connie: Onde é que a gente tá?
Steven: No fundo do oceano. (Connie se assusta.) Tá tudo bem!
Connie: Pelo menos estamos perto da praia?
Steven: Estamos, claro.
Connie: Vamos começar a rolar.
Steven: Que bom que essa bolha é impermeável, senão nós estaríamos nos afogando, né? (Steven dá uma risada forçada.) Tudo bem Connie, essa minha ideia agora vai dar certo, e quando nós voltarmos...
(Eles avistam um Verme Monstruoso)
Steven: Mas que monstro enorme. Tá tudo bem, ele só come as coisas brilhantes. Viu? Ele nem assusta.
(O Verme vira pra eles e rosna, então ele afunda no solo, abrindo uma fenda no chão que se estende até a bolha, fazendo-os cair mais fundo.)
Steven: Ahhh, ah, desculpa, você tá legal? Olha, não é tão ruim, ehh, tá, tá tudo bem, eu só...
Connie: Não tá tudo bem! Você só fica aí dizendo isso, mas nem sabe o que tá fazendo! E agora a gente vai sufocar aqui, no fundo do oceano, e só meus pais vão perceber porque ninguém mais se importa comigo. (Ela começa a chorar.) E eu vou desaparecer sem nem ter feito nenhum amigo na vida. (Connie chora)
Steven: (Estende a pulseira brilhante de Connie.) Podemos ser amigos. Eu te vi no desfile do Carnaval no ano passado. Sua pulseira caiu no chão, eu a peguei, mas não te encontrei mais... Guardei essa pulseira no freezer pra conservar mais, pra quando eu te encontrasse de novo.
Connie: Ahh, você tava na alegoria do lava-carros! Você tava com bolha de sabão no cabelo.
Steven: Hehe, eu tava representando um esfregão. (Os dois riem.) Me desculpa Connie, se eu tivesse te encontrado naquele dia, você não estaria presa comigo agora nessa bolha. (Ele põem a pulseira no pulso dela.)
Connie: Não, tá tudo bem, eu tô me divertindo.
(A bolha estoura. Eles vão para a superfície e Steven começa a rir. O Verme Monstruoso os joga para areia.)
Connie: Corre, corre! (Eles correm até a parte de baixo do píer.) Se esconde nas pedras Steven!
Steven: Por que ele tá atrás da gente?! ...É a pulseira! Ele come tudo que brilha! Connie!
Connie: Steven!
Steven: Me dá a pulseira! (Ele a pega.)
Connie: O quê?!
Steven: Tá tudo bem! agora vai, corre! Por ali. (Eles correm em direções diferentes e o Verme segue Steven.) Tá tudo sob controle! (Ele faz um trajeto entre os pilares que, no final, deixa o Verme completamente preso. Ele faz força para tentar se soltar, mas acaba quebrado os pilares e derrubando o píer em cima de si. Ele então é puffado.)
Ametista, Garnet e Pérola: Steven!
Pérola: Steven, o que está havendo? O que você fez?
Connie: Ah ele foi incrível!
Steven: É mesmo? Você tá falando sério? Recuperei a pulseira, pra você.
Connie: Obrigada Steven.
Ametista: E aí? Não vai nos apresentar a ela?
Pérola: O Steven queria tanto conhecer você, não é Steven? (Steven começa a rir envergonhado.)
Garnet: Aí, não estraguem a chegada dele. (Ela leva as duas pra outro lugar.)
Connie: A sua, chegada?
(Steven dá um gemido, e o episódio se encerra.)




O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.