FANDOM


Steven Universe Esta página é uma transcrição finalizada de Leão 2: O Filme.
Não edite esta página, a menos que você encontre algum erro gramatical ou descrição incorreta.
No caso de outros tipos de mudança, por favor entre em contato com a administração.

(O episódio começa com a apresentação de um trailer do filme Cachorrocóptero 3. Depois é visto que Connie estava mostrando o trailer para Steven.)

Narrador: Esse filme foi aprovado para todos os públicos.
Narrador do Trailer: As pessoas dizem... Que não se pode ensinar... A um cachorro velho... Novos truques... A não ser que ele seja... Cachocóptero 3, em 3D. Em fevereiro jogamos pelo no ventilador.
Steven: Que legal! Por isso que é sua franquia de filmes preferida?
Connie: Isso mesmo. Num mundo onde a humanidade já quase não existe, aquele que acaba sendo mais humano é o cachorro... cóptero.
Steven: E viu de onde aquele míssil saiu?
Connie: Haha, vi, eu só espero que permaneça fiéis ao livro.
Steven: As Gems voltaram! (O teletrsnaportador brilha, indicando que as Gems voltaram.)
Garnet: Saudações.
Pérola: Ah, bem. Olá Connie, surpresa ver você, viu?
Steven: Vamos ver um filme de um cachorro voador, mostra aí Connie!
Connie: Bom, na verdade o filme é muito mais que isso... (Connie mostra o trailer do filme às Gems.)
Ametista: Em breve? Ah, esse aí é fácil. (Ametista se transforma para cachorrocóptero e começa a voar.)
Connie: O quê?
Ametista: Quem precisa de cinema quando se tem a, magia!? (Ametista transforma seu rosto em um rádio.)
Pérola: Ah.
Steven: Ametista, para de se exibir, a Connie garante que esse filme é melhor que qualquer mágica.
Connie: Eu não disse isso não
Steven: E olha, nós temos nosso próprio lanche com batata frita. (Steven mostra a bancada com os lanches que eles vão levar para o cinema.)
Connie: Os meus pais não querem que eu compre lanche no cinema, então, nós não vamos comprar nada no cinema.
Ametista: Lanchinho, me alimenta.
Steven: Nem encosta, Ametista! Isso é pra eu e Connie comermos no cinema.
Connie: E falando nisso, como nós vamos pro cinema? É um pouco longe... (Steven fecha a sua lancheira em formato de hambúrger.)
Steven: Não se preocupe, já resolvi. Hoje nós vamos viajar com estilo! (Os dois vão para fora do templo.) Eu lhe apresento a grande novidade em transportes de luxo: O Leão! Ah, seu Leão bobinho.
Connie: Você tem um leão de estimação?
Steven: O Leão não é exatamente meu, ele tem a vidinha dele quase sempre. (Leão está comendo um animal mágico.) Viu? Sei lá de onde ele pegou isso.
Connie: Nossa Steven, tudo na sua vida é tão maravilhoso e mágico e a coisa mais emocionante na minha vida é jogar tênis. (Connie pega um graveto do chão e finge ser um taco com o qual ela imita golpe de tênis.) Four hand, back hand, over head, golpe mortal!
Steven: Cara, tênis é radical!
Connie: Bom, eu inventei o último golpe.
Steven: Acho que o leão disse pra gente se apressar, ou será que só tava bocejando? Deixa pra lá, vamos ao cinema! (Os dois montam no Leão.) E lá vamos nós... Hã? (O Leão fica parada no mesmo lugar.) Leão, leva a gente até o cinema. Pois é... ele não tá me obedecendo, haha. O Leão não é muito bem treinado, mas eu também não sou muito bem treinado, então a gente... (O Leão ruge e começa a correr para o cinema.) Pera aí, Leão! Não entra no mar não! (Steven e connie se assustam ao perceber que Leão pula no mar e começa a andar sobre ele sem afundar.) Você anda por cima da água? Por que não me conta essas coisas que você faz? Olá! Hahaha. (Steven fala com alguns homens que estão no barco.)
Connie: Hã, tem certeza que ele sabe pra onde tá indo?
Steven: Isso pode ser um atalho, né? (Leão ruge e cria um portal.)
Connie: Ele já tinha feito isso!? (Os dois ficam dentro da dimensão do portal com o Leão indo em alta velocidade.)
Steven: Não, isso é novo! (Leão senta e os dois caem na água do Campo de Treinamento de Rose Quartz.) Você tá legal?
Connie: Isso foi muito legal!
Steven: Leão, pra onde é que você tá indo?
Connie: Puxa Steven, esse aqui é um daqueles lugares mágicos das Gems que você me falou? (Steven sobe e, ao entrar em um círculo no chão, ele fica rosa até concentrar a cor em um pedestal.)
Steven: É, lugar mágico das Gems. (O pedestal fica do tamanho de Steven.) Leão, normalmente eu gosto dessas coisas, mas aqui não é o cinema. (Leão ruge.) O que isso quer dizer Leão, o que tudo isso quer dizer? (Connie analisa o pedestal.)
Connie: E se ele te trouxe aqui por um motivo?
Steven: Tá, pode ser, mas não se não corrermos vamos perder os comerciais, vamos perder os trailers e ainda vamos ter que achar lugares perfeitos perto da frente, mas não tão perto. (Connie pega a mão de Steven e a põe no pedestal, que na mesma hora emite um barulho.)
Connie: É, eu acho que ele que gosta de você.
Steven: Ah! A minha mão tá presa. Não quer desprender...
Connie: Aguenta aí. (Connie ajuda Steven a tirar a mão do pedestal, mas sem sucesso.) Cara, a sua mão tá mesmo presa aí. Vamos ter que cortar ela fora.
Steven: O quê?! (A ideia assusta Steven, que grita. Seu grito ativa a aparição de espadas.)
Connie: Olha, espadas!
Steven: Não! (Quando Steven diz isso, as espadas omem.)
Connie: Legal, como é que você faz isso?
Steven: Eu não sei.
Connie: Faz de novo, faz de novo! (Connie sacode Steven.)
Steven: Hã, tá bem. (Steven faz força.) Alguma coisa?
Connie: Não. Toma!
Steven: Ai! (Connie cutuca Steven.) O que é que... Ai! (Connie puxa a orelha de Steven.) Tá fazendo o quê?
Connie: Quem sabe se eu fizer isso... (Connie faz cócegas em Steven, que começa a rir.)
Steven: Para, eu sinto cócegas. (Connie faz mais cócegas em Steven.) Hahaha, para, se não vou fazer xixi. (Armaduras aparcem ao redor deles.)
Connie: Uau, olha só essas armaduras.
Steven: Aperta meu nariz, aperta meu nariz! (Connie o faz e, em seguida, três canhões de laser aparecem.) Ué, são canhões de luz?
Connie: Próximo! (Connie estica o rosto de Steven e machados aparecem.)
Steven e Connie: Machados? Bolas com pontas de ferro? Uma moeda...
Steven: Gigante?
Connie: Quer dizer então que ela vale mais que uma moeda normal?
Steven: Bem, isso faz muito sentido. (Os dois riem.)
Connie: Ai, isso aqui é tão legal, mas, mesmo assim eu tenho a sensação de que eu não devia estar aqui.
Steven: Eu quero você aqui. Quer dizer, eu não quero você aqui, é o Leão quem quer a gente aqui, mas eu quero a gente no cinema e eu quero ver muitas explosões. (Ao falar isso, o pedestal desce e a mão de Steven desgruda dele. Um buraco aparce no chão, por onde um robô gigante em forma de copo aparece. Espinhos aparecem no cenário.)
Connie: Será que devemos nos preocupar com isso?
Steven: É, o Leão não parece nada preocupado. (Steven avista o Leão deitado. O robô brilha e ativa a função de raio, depois atira.) Corre! (O robô ativa função de gelo e os dois começam a correr.) Connie!
Connie: Steven, cuidado! (O robô atira gelo e Steven se esconde em um dos espinhos.) Steven! O que vamos fazer? (O robô ativa função de fogo.) Ah!
Steven: Connie! (Steven tenta correr para ajudar Connie, mas desliza no chão de gelo. Connie se esquiva dos ataques do robô e cai no chão. Steven ajuda ela a se levantar e quando o robô atira fogo neles, Steven ativa sua bolha.) Ai, minha bolha. (Leão chega perto deles.) Ah, Leão! Tira a gente daqui, Leão, por favor! (Os dois sobem no Leão e ele sai dali por um portal.)
Narrador: Cachorrocóptero 3. (Leão vai parar em frente ao cinema.)
Steven: O quê? Agora você trouxe a gente pro cinema!? (O Leão senta e eles caem no chão.)
Connie: Ai.
Steven: Connie, eu tenho uma coisa que vai ajudar. (Ele abre sua mochila e tira uma lata de refrigerante para dar a ela.) Desculpe, não tá muito gelada.
Connie: Obrigada.
Steven: Bom, estamos aqui. Vamos entrar então?
Connie: Ah, deixa pra lá. Olha, vamos esquecer o cinema.
Steven: Hã, ah, me desculpe. Ah, eu estraguei tudo, não foi? Nem sei porque você fica comigo, eu sempre estrago as coisas.
Connie: Eu não sei porque você fica comigo. Porque eu sou tão menos interessante do que você e é muito óbvio que você tem algum tipo de destino mágico. Por que você ia se importar com cachorrocóptero?
Steven: Por quê? Porque é o cachorrocóptero, ele é um cachorro e um helicóptero... E policial e lança míssel pelo bumbum e ele vai salvar o mundo! Cachorrocóptero é muito legal e importante! Pra mim.
Connie: É, mas eu não sou o cachorrocóptero. (Um tiro é disparado atrás deles.)
Steven: Quê isso? Hã?
Connie: Ai, não. (O robô aparece de novo através de um portal.)
Steven: É aquele robô atirador. Como a gente vai vencer ele? Leão, o que fazemos? (O Leão brilha seu cabelo até fazer aparecer uma espada que Steven tira dele.) Você tem uma espada na cabeça? Por que não me conta que pode fazer essas coisas que você faz?
Connie: Olha só, o robô! (O robô dispara vários tiros aleatórios, quebrando tudo.)
Atendente da Bilheteria: Quê isso?
Steven: O quê que eu faço com isso?
Connie: Cuidado. (Um tiro acerta a espada e volta para o robô.) Four hand, back hand...
Steven e Connie: Over head, golpe mortal! (Os dois rebatem vários tiros do robô e o destroem.)
Connie: Foi que nem um jogo de tênis.
Steven: Foi um jogo mágico do destino. Oi. (Steven fala com a atendente da bilheteria.)
Atendente da Bilheteria: É, olá.
Steven: Duas infantis e uma pra leão. Pro cachorrocóptero.
Atendente da Bilheteria: Hã, querem um cartão de vantagens? (Um pedaço do filme é exibido e é visto Steven, Connie e Leão na sala de cinema.)
Steven: Que legal. Isso também tá no livro?
Connie: Tá, mas eles mudaram um pouquinho.
Narrador: Fim.
(O episódio termina com o rosto de Leão em uma cena onde está escrito The End.)

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.